Posts Tagged ‘Six Feet Under’

The free time

É, como o título do post diz, eu tô com muito tempo livre. E tô investindo em mim (lê-se: lendo, vendo filmes, ouvindo boa música e assistindo minhas séries s2). E peguei firme com a sexta temporada de CSI. Aham, eu tô na sexta… e vc que é chato?

Além de CSI, dediquei-me a Six Feet Under e comecei The Killing, fora que peguei Mad Men, Braking Bad e Game of Thrones. Yeah, yeah.

Abramos os trabalhos, então.

CSI
Putz, CSI não cansa, né?! Você assiste igual a um condenado, emenda 4701283982 episódios e tá lá, como se tivesse assistindo ao primeiro. Por isso eu curto. Terminei a sexta temporada e já tô no meio da sétima… E não diminuo o ritmo pq não dá. Essa porcaria vicia.

The Killing
Taí uma série puta boa. Sério, curti mucho. Ela é paradinha, se desenrola sem pressa, é atenta à detalhes. E a abertura? Uma das top 10 da tv. Tô no quarto episódio e doido pra ver mais.

Game of Thrones
Bom, é série HBO. Tem série ruim, série boa e série HBO. Eu assisti só ao piloto ainda, mas já dá pra ver que vai ser uma puta série, daquelas que viram clássicos, sabe?! Coisa típica de HBO. Como todo piloto de série épica, são apresentados 754938490370 personagens e não sabemos a real importância deles na história, mas com o tempo a gente descobre.

Six Feet Under
Eu confesso que tava com medo de Six Feet Under. Tava com medo de ser a única pessoa a não gostar dessa série, porque achei a primeira temporada meio sem-gracinha. Mas eu comecei a segunda, e cá estou: viciado como se não houvesse amanhã. Tô assistindo vários episódios, um atrás do outro e eu não canso. Sério, não levanto nem pra ir ao banheiro. *-* Michael C Hall tá único nessa série. É essa a hora que você v6e o quão bom é um ator. Seu personagem em Dexter é COMPLETAMENTE diferente do David, de SFU. E queria muito em DVD… se tiver alguma alma caridosa e rica aí… 🙂

E tem Supernatural… Putz, Supernatural. Next.

United States of Tara é a menina dos meus olhos. Acho que o Showtime deveria produzir duas temporadas por ano, hein. Assim como Nurse Jackie.

Bom, por enquanto é isso…

Valeu e até a próxima!

Midseason = Cinema

Por mais que eu ame minhas séries, não tem nada melhor que o midseason. É nele que a gente põe em dia nossas séries atrasadas, assistimos filmes que não vimos no cinema e lemos livros que caem nas nossas mãos. E eu já comecei minha maratona de midseason: tô colocando The Good Wife e Community em dia, vou assistir mais uma temporada de Six Feet Under e tentar assistir, ao menos, a primeira temporada de True Blood. Comecei a baixar Luther, também. UHUL!

Mas eu tô aqui pra falar de cinema. É, tô fugindo do tema do blog, mas nem ligo… meu blog, minhas regras. hahaha.

Esse final de semana, eu assisti vários filmes: A Proposta, A Ilha do Medo, Legião (com a Kate Walsh, a Drª Addison de Private Practice e Grey’s Anatomy) e Tinha Que Ser Você. Eu vou falar dos dois melhores.

A Ilha do Medo

Putz! Que filme bom! Ele começa meio paradinho, mas conforme a trama se desenvolve você começa a se envolver com o filme. Sente medo, estresse, raiva, fica ansioso. Eu não sou um grande fã do Martin Scorsese, nem do DiCaprio, mas esse filme vale a pena! Ele mexe com sua cabeça,

A Ilha do Medo é um thriller que te envolve e te confunde. Filminho complicado! Assistam!

Tinha Que Ser Você

Tinha Que Ser Você é aquele filminho ‘água-com-açucar’ que a gente vê e gosta. A história é meio batida: duas pessoas se conhecem, se apaixonam, mas moram a um oceano de distância. Mesmo assim, o filme vale só pela Emma Thompson e pelo Dustin Hoffman. É um filme que se assiste num sábado a tarde. =)

Bom, é isso. Não vou desenvolver muito sobre o filme porque posso estragar as surpresas.

*

The Good Wife tá ótima! MUITO boa mesmo. O problema dessa série é que se você ficar mais de uma semana sem assistir ao menos um episódio, você esquece da série.

*

Community só melhora! Morro de rir com Abed. Vejo muito de mim nele, devo dizer.

*

Assim que eu terminar de ver as temporadas de ambas as séries, juro que faço um post.

*

Valeu e até a próxima!

Parenthood e mais

O Peter Krause ganha por metro corrido? Ele correu em Six Feet Under e corre em Parenthood. Nos primeiros segundos até pensei que um dos episódios de Six Feet tava aberto. Fui até me certificar se era Parenthood mesmo.

Tá, vamos à impressão da série. Não gostei. Não mesmo… joguei 50 minutos no lixo… até pulei umas partes, de tão chato que tava. Tem gente que gostou e tal, mas não é pra mim. É paradinha demais… família demais. Se for pra ver alguma com assunto família, assisto Brothers & Sisters.

Pois então, larguei. Nem vou ver o segundo, ou o terceiro. Parei por aqui.

;D

Troquei mesmo CSI por Cold Case. Sinto falta da Catherine. Acho que vou pedir pro Paul Torrent só por causa dela. E do Grissom, também.

;D

Vou dar mais uma chance pra Glee. A última.

;D

Hoje volta United States of Tara. E tem Damages, também. UHU!

;D

Quinta-feira voltam Grey’s Anatomy, Private Practice e Supernatural. UHU (2)!

Valeu e até a próxima!

Opa!

Então, semana tá apertada. Tô pedindo pro Paul Torrent todos os episódios que eu tenho que assistir e tal, mas tá dificil… Assim que eu tiver tempo, assisto e venho aqui postar. Vou falar de The Good Wife, Damages, Private Practice, Lost e…. o Crossover das três franquias de CSI. Tá, eu tô atrasado, mas fazer o quê?

;D

Tenho que assistir também, os episódios que já tenho de SIx Feet Under, são duas temporadas. Não vai rolar tão cedo, infelizmente.

;D

Ahhh, acabei de lembrar que essa semana não tem Grey’s Anatomy nem Private Practice \o/ Não estou tão enrolado, então.

;D

Valeu e até a próxima!

Minha semana é melhor…

quando começo com Damages! Sério, sinto até palpitação durante o download. Que série é essa? Muito bem escrita, enredo bem amarrado, personagem SUPER bem-desenvolvidos e NY, como coadjuvante. Fazer o quê? É sucesso na certa. Daí, só pra acabar de vez com a raça das outras, eles poem em cima de tudo Glenn Close. Simples assim. É, Damages é a melhor série no ar, e eu não me canso de dizer isso, porque é boa mesmo.
Frase do episódio é da Patty: “Continue a agir como um Tobin, e eu te punirei como tal.”

;D

Então, tô assistindo Lipstick Jungle pela Record e é legalzinha… Assisto por causa da Broke Shields e da Kim Raver.

;D

E assisti também a primeira temporada de Six Feet Under, série que sempre quis assistir e nunca consegui. Agora já tô com a segunda temporada em mãos e baixando a terceira. Prometo que assisto até o fim do mês, eu acho.

Bom, é isso aí. Valeu e até a próxima.

“Drª Lipstick Jungle” e Mimosa Montgomery

É incrível a capacidade de alguns atores de interpretar papéis completamente diferentes. Eu estava assistindo Lipstick Jungle e vi como a Kim Raver tá diferente, se comparada com a Drª Altman, de Grey’s Anatomy. Assisti também o episódio de CSI que a Kate Walsh (Drª Addison Montgomery, de Grey’s Anatomy e Private Practice) aparece. Nesse episódio ela interpreta uma transexual, Mimosa. É absurda a transformação delas, independente dos artifícios usados em Kate Walsh (ela teve que colocar um “implante”, para que seus lábios ficassem maiores) e dos uniformes cirurgicos da Kim Raver.


É aí que se vê quando uma atriz/ator é bom. A Nico, de Lipstick, é uma mulher bem-sucedida, inteligente, editora-chefe de uma revista; Teddy é uma cirurgiã cardio-toráxica cheia de complicações no amor. Addison é Addison, e Mimosa não tem nada a ver com ela.

Outro que vale ser citado também é o Michael C. Hall, que em Six Feet Under é um dono de funerária gay e em Dexter um serial-killer. Espero que mais atores e atrizes bons como esses apareçam por ai. Valeu e até a próxima!